… bom é quando faz mal.

Prostituição da música

Posted on: 26 agosto, 2008

Sabe quando você adora uma banda, que já lançou pelo menos 1, 2 ou até 3 álbuns, e de repente ela fica uma bela de uma merda? Lança aquele disco cocozão que você tem nojo de colocar pra ouvir, ou em muitos casos vira uma farofada sem graça, e um monte de gente sem noção começa a gostar e achar o máximo. Você tem até vergonha de dizer que curte aquela banda, porque certamente as pessoas vão te julgar em cima do trabalho horroroso que eles fizeram. Os novos “fãs”, que acham aquele som maravilhoso, nunca escutaram direito os discos anteriores, e normalmente quando muito, somente decoraram os nomes das músicas pra dizer que conhecem.

Isso já aconteceu comigo algumas vezes. Algumas a ponto de realmente sentir vergonha por ter aquilo no meu top 50 do Last.fm. Mas fazer o quê? Um dia eu gostei de verdade, tinha qualidade, e eu era viciado ouvindo o dia inteiro. É parecido com aquela menina meiga, bonita e toda especial que você namorou. De repente, você leva um pé na bunda e ela decide virar uma vadia. É melhor você abstrair toda essa sacanagem e guardar pra si somente os momentos bons.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Perfil


GRINGO. Também conhecido como Rafael. "Jack of all trades, master of none" - Competente em muitas coisas, especialista em nenhuma. Carioca, mas um dia ainda vai conseguir ir morar no Sul. Fotógrafo, designer, redator e editor de vídeo - mais ou menos nessa ordem. Já foi jornalista underground, editor de site de música e produtor de shows. Amante incondicional de tequila, mas não dispensa a boa e velha roda de cerveja com os amigos. Amante também da arte, em todos os aspectos. Deveras sonhador, mas determinado o bastante para conseguir as coisas que almeja. Violent mood swings: Humor um tanto quanto instável, embora as mudanças felizmente não durem muito tempo. Realista. Teimoso. Senso crítico apurado. Melhor amigo de Murphy.

Visitas

  • 9,595 hits

RSS Inside Techno

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
%d blogueiros gostam disto: